Animales sueltos en los espacios públicos: una lectura para El torito de los Muchacho

  • Juan Ignacio Pisano Universidad de Buenos Aires, ()
  • Publicaciones FaHCE

Resumen

En El Torito de los Muchachos aparece, desde el título mismo, un despliegue de figuras animales, las cuales se exponen sostenidas en el concepto de enemigo, de fuerte connotación para la situación política del contexto de publicación del periódico. Al mismo tiempo, presenta la singularidad de que el uso de animalizaciones, tradicionalmente orientadas al no letrado, son aplicadas desde una voz plebeya y federal al sujeto que representa a la civilización y la ciudad, el unitario. El periódico escenifica una arena pública en sus páginas teniendo presente un público particular, sostenido en lecturas orales. En un marco de fusiones e intercambios entre la literatura y la prensa periódica, este trabajo propone una lectura para este periódico gauchesco

Palabras clave:

edcuación física, borges

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

Alvim, Z. (1998) Imigrantes: a vida privada dos pobres do campo. In: NOVAIS, F. A. (coord.); Sevcenko, N. (org.) História da vida privada no Brasil 3: República: da Belle Époque à época do rádio. São Paulo: Companhia das Letras.

Azambuja, O.; Silva, F. (1945) Excursionismo e montanhismo – cinco grandes conquistas. Educação Physica, (87), 11-14.

Boigey, M. (1937) A influencia hygienica do mar e dos banhos de mar. Educação Physica, (13), 70-73.

Borel, T. (2012) Processos de formação docente na constituição histórica da educação física escolar no Espírito Santo, nas décadas de 1930 e 1940. (Dissertação mestrado) – Centro de Educação, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória.

Branco, P. C. (1939) A técnica dos banhos de sol. Educação Physica, Rio de Janeiro, n. 37, p. 12, ano X.

Carter, S. (2012) The medicalization of sunlight in the early twentieth century. Journal of Historical Sociology, 25(1), 83-105

Coelho, M. S. (1945) O montanhismo e a juventude. Educação Physica, (87), 34-35.

Como se devem tomar os banhos de sol (1937). Educação Physica, Rio de Janeiro, n. 11, p. 94.

Cruz, H. F. São Paulo em papel e tinta: periodismo e vida urbana 1890-1915. São Paulo: Arquivo Público do Estado de São Paulo, 2013.

Danailof, K. (2013) A 'educação physica' nos parques infantis de São Paulo (1935-1938). Movimento Online,19, 167-184.

Drescher, B. (1938) Volta à natureza. Educação Physica, (17), 67.

Etchevarne, C. (1938) Afecções provocadas pelo sol. Educação Physica, (14), 25-26.

Faure, O. (2008) O olhar dos médicos. In: Corbin, A; Courtine, J.J.; Vigarello, G. História do Corpo 2: da Revolução à Grande Guerra. Petrópolis, Brasil: Vozes.

Feinnman, E. (1940) Vida ao sol. Educação Physica, (41), 21-22.

Foucault, M. (2006)Microfisica do poder. 22. ed. Rio de Janeiro, RJ: Graal.

Goellner, S. V. (1999) Bela, maternal e Feminina: imagens da mulher da revista Educação Physica. (Tese doutorado). Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Brasil.

Goellner, S. V. (2000) A educação física e a construção de imagens de feminilidade no Brasil dos anos 30 e 40. Movimento, 7(13), 61-70.

Goellner, S. V. (2000) Mulheres em movimento: imagens femininas na Revista Educação Physica. Educação e Realidade, 2(25), 77-94.

Góis Junior, E.; Lovisolo, H. R. (2003) Descontinuidade e Continuidades do Movimento Higienista no Brasil do Século XX. Revista Brasileira de Ciências do Esporte (Online), 25. 41-55.

­Góis Junior, E.; Lovisolo, H. R. (2005) Educação Física e concepções higienistas sobre raça: uma reinterpretação histórica da Educação Física dos anos de 1930. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, 5, 322-328.

Góis Junior, E. (2017) A institucionalização da Educação Física na imprensa: a construção da Escola Superior de Educação Physica de S. Paulo na década de 1930. Movimento, 23, 701-714.

Góis Junior, E. (2013) Revista Educação Physica e a higiene dos corpos (1932-1945). Recorde: Revista de História do Esporte, 6, 1-13.

Góis Junior, E.; Soares, A. J. G. ; Melo, V. A. (2015) Para a construção da nação: debates brasileiros sobre educação do corpo na década de 1930. Educação e sociedade, 36, 343-360.

Goulart, G. (1940) A marcha na montanha. Educação Physica, (30), 12.

Grotacos. (1938) A moda dos óculos escuros contra o sol. Educação Physica, (16), 16-17, mar.

Kehl, R. (1941a) A luz solar. Educação Physica, (55), 44.

Kehl, R. (1941b) O banho. Educação Physica, (61), 26-28.

Kinoshita, C. T. (2013) Um d. Quixote científico a pregar para uma legião de panças: os manuais escolares de higiene à sombra da eugenia (1923-1936). (Dissertação mestrado) –Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas, Campinas, Brasil.

Lenharo, A. (1986) Sacralização da política. Campinas, SP: Papirus: Editora da Unicamp.

Loyola, I. (1942) Montanhismo. Educação Physica, (62), 40-43.
Publicado
2016-06-30
Cómo citar
Pisano, J., & FaHCE, P. (2016). Animales sueltos en los espacios públicos: una lectura para El torito de los Muchacho. Prueba De OJS, 1(1). Recuperado a partir de https://www.revistas.fahce.unlp.edu.ar/index.php/prueba/article/view/6724
Sección
Artículos